shop-cart

Lendo: Hackers e Hospitais: como podes ajudar

Hackers e Hospitais: como podes ajudar

Hackers e Hospitais: como podes ajudar


A Fundação para o Software Livre (Free Software Foundation – FSF), é uma organização que começou por se dedicar à eliminação de restrições sobre a cópia, estudo e modificação de programas de computadores, através do desenvolvimento e do uso de software livre em todas as áreas da computação. Inicialmente, dedicava-se sobretudo à programação. Posteriormente, passou a tratar dos aspectos legais e estruturais da comunidade do software livre, do aperfeiçoamento das licenças de software e documentação e da catalogação e disponibilização de programas livres desenvolvidos (o Free Software Directory). Neste momento, em que software e hardware começam a ver as suas barreiras cada vez mais difusas, a FSF começa também a preocupar-se com este último.

Numa altura em que, mais do que nunca, o conhecimento, o software e o hardware são fundamentais e em que, mesmo perante uma ameaça, ainda há quem prefira a propriedade à partilha, a própria FSF reorientou parte das suas preocupações para o combate colaborativo contra a pandemia da Covid-19. Num texto intitulado ‘Hackers e Hospitais: como podes ajudar’, afirmam que «muitos cientistas e médicos, há muito que perceberam que o software e os equipamentos médicos proprietários não são éticos nem adequados às nossas necessidades» e que «as restrições de software e hardware estão, na verdade, a dificultar a capacidade dos hospitais». Nesse sentido, anunciam um «um plano para contribuir» e dão dicas para que «te juntes a nós», porque «sempre acreditámos que, para a liberdade e a criatividade humanas, é fundamental ser permitido utilizar todas as ferramentas à nossa disposição sem restrições e, neste momento, talvez consigamos utilizar o software livre que construímos, preservámos e defendemos para salvar vidas.»

O colectivo/redacção do jornal MAPA acompanha a FSF neste e noutros combates, editando, por exemplo conteúdos livres tanto no seu site como na sua edição em papel, e achou fundamental traduzir e partilhar o texto HACKERS and HOSPITALS: How you can help, de Dana Morgenstein, publicado em 31 de Março.

Hackers e Hospitais: como podes ajudar

Activistas do software livre, assim como muitos cientistas e médicos, há muito que perceberam que o software e os equipamentos médicos proprietários não são éticos nem adequados às nossas necessidades. A pandemia da Covid-19 fez com que algumas destas deficiências ficassem a ser conhecidas por uma audiência mais abrangente – e também deram à nossa comunidade uma oportunidade única para oferecer ajuda real e material num tempo difícil. Estamos a construir um plano para contribuir e esperamos que te juntes a nós: continua a ler para saberes o que podes fazer!

Provavelmente já sabes que as restrições de software e hardware estão, na verdade, a dificultar a capacidade dos hospitais para consertar os tão necessários ventiladores e como alguns voluntários italianos enfrentaram problemas quando fizeram impressões 3D de válvulas de ventilador (como podes ver no link, as histórias variam quanto à interacção com o produtor, mas é claro que a empresa se recusou a libertar ficheiros proprietários de design, obrigando os voluntários a fazer engenharia inversa para perceber como construir cada parte).

As lutas dos activistas do software livre cuja cobertura nós fizemos para que fossem libertados os equipamentos incluem:

– Os esforços da directora executiva da Software Freedom Conservancy e vencedora do Free Software Award, Karen Sandler, para alertar para os perigos do software médico proprietário em aparelhos médicos, incluindo o seu próprio pacemaker;

– As lutas da porta-voz da LibrePlanet e fundadora da OpenAPS, entre muitas outras pessoas, para ajudar quem tenha diabetes de Tipo 1 a tomar conta do seu próprio tratamento usando um Sistema Artificial de Pâncreas; e

– Os esforços de muitos pacientes e activistas para melhorar a eficácia do tratamento da apneia do sono, hackeando as suas máquinas CPAP.

Também vimos, com os nossos amigos da GNU Health e GNU Health Embedded, como o software livre pode trazer melhores respostas sanitárias e como a participação dos cidadãos comuns no processo científico pode ajudar a salvar o ambiente através do Public Lab, vencedor dos Prémios de Software Livre de 2017 e ajudar na assistência em catástrofes através do Sahana, vencedor do mesmo prémio em 2006.

É, portanto, claro que a comunidade do software livre tem muita criatividade e muito conhecimento para contribuir nos dias duros que nos esperam e que, com mais de 350 mil pessoas infectadas pela Covid-19 na altura em que isto se escreve, é fundamental arregaçar as mangas para ajudar as pessoas a evitar a doença e a recuperar do coronavírus. Sabemos que a impressão 3D de equipamentos médicos não é de todo um passatempo aconselhável para amadores e que a produção de alguma coisa mais complexa do que roupas ou máscaras implica contributos de peritos. Mas também sabemos que, havendo falta desses equipamentos – e essa falta é quase certa -, a perspectiva é sombria.

É por isso que estamos a ver o que conseguimos fazer com as nossas impressoras 3D (com certificado Respects Your Freedom – RYF) e estamos em contacto com o recentemente criado Mass General Brigham Center for COVID Innovation de forma a que nos ajudem a dirigir os nossos esforços. Também estamos a reunir recursos para o nosso plano HACKERS and HOSPITALS na página wiki LibrePlanet e, se tiveres conhecimentos, impressoras 3D ou materiais com os quais possas contribuir, por favor contacta o Michael através do email sysadmin@fsf.org. Se não tiveres capacidade de produzir material médico e quiseres, à mesma, ajudar, podes fazer pesquisa a partir de qualquer lado apenas com um computador e uma ligação à internet. Acrescenta, na página wiki, qualquer projecto que esteja a trabalhar com licenças livres na ajuda ao combate à Covid-19.

Sempre acreditámos que, para a liberdade e a criatividade humanas, é fundamental ser permitido utilizar todas as ferramentas à nossa disposição sem restrições e, neste momento, talvez consigamos utilizar o software livre que construímos, preservámos e defendemos para salvar vidas.


Written by

Jornal Mapa

Show Conversation (0)

Bookmark this article

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

0 People Replies to “Hackers e Hospitais: como podes ajudar”